Fundo de Recursos Hídricos em pauta no Comitê Rio Passo Fundo

Reuni√£o Ordin√°ria de setembro discute quest√Ķes referentes ao FRH e elucida o uso de recursos para elabora√ß√£o de projetos

¬† ¬† ¬†Em meio a uma crise, o Rio Grande do Sul enfrenta questionamentos em todos os setores ligados ao Governo. Dentro do Comit√™ Rio Passo Fundo n√£o √© diferente: na manh√£ de sexta-feira, os membros do Comit√™ discutiram, durante a Reuni√£o Ordin√°ria do m√™s de setembro, quest√Ķes referentes ao Fundo de Recursos H√≠dricos em uma conversa com Patr√≠cia Cardoso Moreira, representante da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustent√°vel do Estado e ligada ao Departamento de Recursos H√≠dricos.

     Criado pela Lei 8.850/1989, o Fundo de Recursos Hídricos é sustentado a partir de uma receita advinda da geração de energia e se destina à elaboração de planos e projetos envolvendo os corpos hídricos no Rio Grande do Sul. Patrícia colocou aos membros os critérios necessários para a utilização de qualquer recurso do Fundo e, também, explicou como funciona a aprovação de projetos enviados.

¬† ¬† ¬†Al√©m disso, a Reuni√£o abordou, tamb√©m, dois projetos desenvolvidos pela CRERAL Energia, na CGH Cascata das Andorinhas, em Nonoai, e na PCH Rio dos √ćndios, tamb√©m na regi√£o de Nonoai, que buscam realizar um trabalho de sensibiliza√ß√£o com a popula√ß√£o lindeira da regi√£o, al√©m do monitoramento da √°gua e do acompanhamento da recupera√ß√£o da mata ciliar. Tamb√©m, os projetos t√™m enfoque no aprimoramento para a racionaliza√ß√£o do uso de energia el√©trica.¬†