F√≥rum Ga√ļcho de Comit√™s: em busca da participa√ß√£o e da mudan√ßa

Primeira reunião de 2015 convoca comitês de Bacias Hidrográficas do Rio Grande do Sul para participarem do cenário estadual de gerenciamento de recursos hídricos e busca espaço junto ao Estado e ao país

 

 Foto: Comitê Rio Passo Fundo

   

Durante toda a quinta-feira, 15, membros de 15 dos 25 comit√™s de bacias hidrogr√°ficas do Rio Grande do Sul estiveram reunidos em Porto Alegre, durante a reuni√£o do F√≥rum Ga√ļcho de Comit√™s, para discutir o panorama dos recursos h√≠dricos do Estado e, ainda, organizar um regimento interno e um plano estrat√©gico para as a√ß√Ķes do FGC durante a nova gest√£o. Ainda, o F√≥rum convocou a participa√ß√£o dos comit√™s nas discuss√Ķes que envolvem o cen√°rio da √°gua no Estado e contextualizou o Plano Estadual de Recursos H√≠dricos e a Pol√≠tica Nacional de Irriga√ß√£o.

¬† ¬† A proposta do F√≥rum Ga√ļcho de Comit√™s, para a gest√£o 2015-2016 √© de elaborar um regimento interno capaz de guiar as a√ß√Ķes que ir√£o compor o plano estrat√©gico que j√° vem sendo elaborado. Al√©m disso, o FGC salientou, tamb√©m, a import√Ęncia de os Comit√™s de Bacias participarem das discuss√Ķes das C√Ęmaras T√©cnicas a fim de colaborar na cria√ß√£o de propostas que definam, de forma mais sens√≠vel e consciente, o uso da √°gua no Estado.

¬† ¬† Ainda nessa reuni√£o, foi oficializada a participa√ß√£o da coordena√ß√£o do F√≥rum Ga√ļcho de Comit√™s no colegiado coordenador do F√≥rum Nacional dos Comit√™s de Bacias Hidrogr√°ficas. Claudir Luiz Alves, presidente do Comit√™ Rio Passo Fundo, coordenador adjunto do FGC e, agora, parte da coordena√ß√£o do F√≥rum nacional, destaca que a principal atividade ser√° a articula√ß√£o pol√≠tica entre os associados. ‚ÄúO Comit√™ Rio Passo Fundo ter√° espa√ßo e ir√° participar no desenvolvimento das pol√≠ticas p√ļblicas de recursos h√≠dricos no Brasil‚ÄĚ.

O que √© C√Ęmara T√©cnica?

¬† ¬† As C√Ęmaras T√©cnicas s√£o grupos que surgiram a partir da necessidade de aprofundar discuss√Ķes sobre temas pontuais e que, a partir disso, apresentam propostas dentro de tais temas. Durante a reuni√£o de quinta-feira, os comit√™s tiveram a oportunidade de preencher as vagas dispon√≠veis em CT‚Äôs que envolvem todo o estado: o Comit√™ Rio Passo Fundo, que j√° participa da C√Ęmara T√©cnica do Uruguai, regi√£o a qual pertence, agora participa, tamb√©m, da C√Ęmara T√©cnica de Programa√ß√£o e Or√ßamento e do Conselho Estadual de Saneamento. ‚ÄúA representa√ß√£o nas C√Ęmaras T√©cnicas √© fundamental. √Č nelas que se desenvolve a base das futuras resolu√ß√Ķes‚ÄĚ, avalia o presente do Comit√™.

Reuni√£o com a Secretaria Estadual do Ambiente e Desenvolvimento Sustent√°vel

¬† ¬† Diante da troca de governo, os coordenadores do F√≥rum identificaram a necessidade de uma conversa com Ana Pellini, nova Secret√°ria do Ambiente e Desenvolvimento Sustent√°vel do Estado em busca de uma aproxima√ß√£o dos comit√™s com o Estado. A reuni√£o acontece na pr√≥xima ter√ßa-feira, 20. ‚ÄúQueremos mostrar para a Secret√°ria Ana onde o F√≥rum pode contribuir na constru√ß√£o de uma economia realmente sustent√°vel, baseada no uso correto dos recursos h√≠dricos e tamb√©m queremos saber dela qual a proposta para essa √°rea‚ÄĚ, conclui o presidente.

Comitê Rio Passo Fundo na coordenação do Fórum

¬† ¬† No in√≠cio de dezembro, os comit√™s do Estado se reuniram para eleger a nova diretoria do F√≥rum Ga√ļcho de Comit√™s que, a partir desse ano, passou a ser composta por tr√™s membros: Val√©ria Borges Vaz, representando a Regi√£o Hidrogr√°fica do Gua√≠ba, assumiu a coordena√ß√£o geral e, ao lado dela, o presidente do Comit√™ de Gerenciamento da Bacia Hidrogr√°fica do Rio Passo Fundo, Claudir Luiz Alves, assumiu como coordenador adjunto, representando a Regi√£o do Uruguai. Al√©m dele, Dilton de Castro tamb√©m assumiu como coordenador adjunto, representando a Regi√£o Litor√Ęnea. Nos pr√≥ximos dias, a coordenadora geral entra em f√©rias e no per√≠odo de 19 de janeiro a 2 de fevereiro, o presidente do Comit√™ Rio Passo Fundo assume a pasta.